IMG_7879

SOBRE AQUELES DIAS RUINS

by • março 22, 2017 • UncategorizedComments (0)532

Tem dias que você acorda e é um bom pai. Tem dias que você é um pai bosta. Hoje eu fui um pai bosta.
Tem dias que você acorda já tenso e preocupado com no mínimo 3 assuntos diferentes no trabalho, atrasado e com sono. Também tem dias que o seu filho acorda com os mesmos sintomas. Você se segura, toma banho, troca de roupa, se olha no espelho, e pensa: “é, não tem jeito, vou tentar que vestir minha cara de terça-feira e ir trabalhar”. Seu filho, em contra-partida, não tem a MENOR obrigação, o menor empenho, muito menos o menor desejo de FINGIR que está tudo bem. Então, ele poe pra fora… tudo aquilo que você queria fazer também: chorar, espernear, fazer birra, gritar, dizer que não quer ir, não querer tomar aquele café da manhã chato que você toma todo dia, reclamar, reclamar e reclamar. Tem dias que não tem café da manhã com panqueca do mickey. Hoje não tinha. Hoje era um desses dias para nós dois.
 
Ele acordou chato. Não queria mamar, não queria brincar, não queria falar, só queria gritar. Enquanto ele esperneava na cama, depois da nossa 5a tentativa de trocar sua roupa, fui pro banheiro e desisti momentaneamente da paternidade. O anjinho no meu ombro direito me dizia para pensar em alguma solução que ajudasse ele a entender o que estava acontecendo, e que com – PACIÊNCIA – conseguissemos reverter essa situação. O diabinho do outro lado queria colocar ele no carro, deixar na escolinha,  dizer: “Pronto tias! agora o problema é de vocês!”, fechar a frase com um putaquelamerda, bater a porta do carro e sair.
 

Vanessa estava de folga hoje, colocou ele no colo, desceu (ele ainda chorando, reclamando, protestando, queimando colchão), ofereceu a mamadeira, ele finalmente aceitou e se acalmou.
Olhei aquela situação toda e pensei: É… parabéns Gabriel, contribuição ó… zero!
Mas com tudo isso aprendi algumas lições:
1) Perder a paciência junto com a criança só vai piorar a situação. Sabe aquele momento onde você sente que precisa ser mais ríspido e direto com eles pra que eles parem de chorar e entendam o que precisam fazer? Não é agora.
2) Mude o cenário: Leve a criança pra outro lugar. Saia do quarto, da sala, de casa. Mudar o ambiente alterar o clima e ajuda a reduzir as tensões – para ambas as partes.
3) Paciência e amor sempre vão prevalecer, e serão sempre o melhor caminho, não importa o quão atrasado você esteja para o trabalho. Paciência e amor.
Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>